INFORMAÇÕES E NOVIDADES

Blog & Vídeos

celulite

Celulite: unindo técnicas para combatê-la

A celulite é, sem dúvidas, um assunto muito presente e desafiador na vida das mulheres.

Devido a diversos fatores que abordaremos ao longo deste texto, e independentemente do biotipo, é uma batalha constante para muitas pacientes.

Diante disso, o primeiro passo para combatê-la é conhecer mais a respeito dessa disfunção subcutânea e, acima de tudo, ficar por dentro dos tratamentos disponíveis.

Assim, iremos apresentar as principais técnicas que utilizamos para combater a celulite e como a associação delas tem se revelado especialmente promissora.

Dessa forma, o conteúdo enriquecedor que preparamos com muito carinho irá auxilia-la em sua jornada estética para melhora do aspecto da pele, especialmente do bumbum.

Vamos lá? Boa leitura!

DESCUBRA NA LEITURA DESSE TEXTO

  • Entenda os tipos de celulite existentes e como identificar o seu caso
  • Quais são as principais técnicas utilizadas para combater a celulite?
  • Como a combinação dessas técnicas pode ser vantajosa para você?

Entenda os tipos de celulite existentes e como identificar o seu caso

Primeiramente, a celulite basicamente é uma alteração no padrão de distribuição de gordura no tecido subcutâneo.

Muito influenciada nas mulheres por questões hormonais, especialmente estrogênicas, tende a se depositar em regiões mais específicas como as laterais do quadril, coxas e glúteos.

Esse mecanismo, decorrente originariamente de questões evolutivas da espécie humana, na qual o acúmulo de gordura nessas regiões era associado à fertilidade, passou de útil para insatisfatório com a alteração do estilo de vida da humanidade.

Diante disso, é inegável que pelo menos 9 em cada 10 mulheres gostariam de melhorar ou evitar essa situação que tanto interfere na autoestima.

Então, por onde começar?

O primeiro passo é a identificação do seu tipo de celulite. Esse ponto geralmente é facilitado com ajuda do seu médico de confiança. Ele irá auxiliá-la a classificar didaticamente a sua celulite em 4 graus, veja a seguir.

Os graus de celulite serão definidos por meio de uma escala mais qualitativa, variada conforme a apresentação clínica do paciente:

  • Grau 1: sem ondulações ou irregularidades. Ao comprimir a pele, surgem pequenas ondulações e “furinhos”
  • Grau 2: ondulações e “furinhos” já são percebidos sem comprimir a pele.
  • Grau 3: presença de nódulos claramente perceptíveis.
  • Grau 4: vários nódulos, celulite “dura”. Há inchaço, comprometimento da circulação sanguínea de retorno, pele com aspecto acolchoado.

É importante ressaltar que esses graus da celulite não são estáticos. Isso quer dizer que uma paciente sem tratamento pode ver a celulite evoluir do grau 1 para o grau 2 e assim sucessivamente. Além disso, é frequente a presença de variados graus em cada paciente.

Feito isso, e uma vez definido o grau da sua celulite, poderemos avançar na jornada terapêutica para a seleção das técnicas mais adequadas para o seu caso.

Quais são as principais técnicas utilizadas para combater a celulite?

Hoje dispomos de uma vasta opção de tratamentos para a celulite. O mercado de saúde e estética passou por enormes evoluções.

A velocidade de inovação nesse segmento é tão grande que fica até mesmo difícil para você decidir qual será a melhor opção para o seu caso, não é mesmo?

Além disso, algumas opções revelam-se mais interessantes do que outras. Isso pois, enquanto algumas técnicas possuem maior respaldo científico e resultados promissores, outras podem ser apenas uma pressão da indústria cosmética para que você as ache interessantes.

E como separar o joio do trigo nessa situação?

Novamente, para esse segundo passo, contar com o apoio do seu médico de confiança para um adequado direcionamento faz total diferença. Confiando em um profissional ético, experiente e transparente, é ele quem poderá te guiar por esse vasto universo de opções.

Aqui na Clínica Prime, por exemplo, sempre analisamos individualmente o caso de cada paciente, para personalizar a conduta.

Utilizamos principalmente algumas técnicas no combate à celulite como as seguintes:

  • Bioplastia com PMMA: o efeito de projeção da musculatura glútea com o Polimetilmetacrilato, a partir da introdução do produto no plano intramuscular profundo, tenderá a volumizar a região de interesse e melhorar especialmente as celulites de graus 1 e 2. Ou seja, é um ganho indireto do preenchimento definitivo, assim como a redução da flacidez local, a partir do potente efeito volumizador do produto.

  • Associação de Bioestimuladores: a utilização de bioestimuladores possui um efeito de melhorar o aspecto mais superficial da pele, diferentemente do PMMA que atua profundamente a nível muscular. Contudo, são complementares e atuam sinergicamente para o resultado final.

  • Subcision: a técnica de subcisão costuma ser utilizada para celulites residuais e puntiformes, especialmente aquelas de graus 3 e 4, com maior dificuldade de correção a partir da estimulação colágena pelo PMMA e pelos Bioestimuladores. Isso ocorre em função de haver aderências no subcutâneo, uma espécie de cola de colágeno que precisa ser rompida com auxílio de uma agulha especial.

Feita essa introdução de cada técnica, descubra a seguir como a associação delas pode ser muito benéfica para o seu caso!

Como a combinação dessas técnicas pode ser vantajosa para você?

Conforme visto anteriormente, na Prime utilizamos principalmente essas 3 técnicas para contornar, direta ou indiretamente, a questão da celulite em nossas pacientes.

Com a adequada personalização do tratamento e após um bom alinhamento com o médico, consegue-se unir as opções na tentativa de potencializar os resultados possíveis a cada caso. Esse seria o terceiro passo da sua jornada.

Um bom exemplo para facilitar a visualização dessa união de técnicas seria o seguinte:

Podemos utilizar o PMMA para uma volumização do bumbum, o que fará indiretamente com que a celulite de menor grau melhore de aspecto pela simples expansão do volume local.

Somado a isso, é possível administrar concomitantemente bioestimuladores para melhorar o aspecto mais superficial da pele, tornando a superfície epitelial mais homogênea.

Adicionalmente, para aquelas celulites mais resistentes de graus 3 e 4, o médico pode lançar mão da Subcision, desprendendo as camadas mais profundas do subcutâneo.

Como o maestro de uma sinfonia, o seu médico irá orquestrar as técnicas disponíveis precisamente para que você obtenha melhores chances de se aproximar do resultado desejado.

Tudo isso podendo ser realizado no mesmo procedimento, ou não, a depender do caso e vontade da paciente também.

Por isso sempre reforçamos a importância do alinhamento durante a consulta inicial e ao longo de todo o percurso até o dia do procedimento.

Isso fará com que as expectativas sejam compatíveis com as possibilidades de resultado para o seu caso e você se sinta mais confiante para realizar a Bioplastia, além de entender como isso impactará na sua celulite.

Afinal, o aparecimento da celulite, na maioria das vezes, não é opcional. Contudo, conviver com ela, graças ao aprimoramento da estética médica, já está cada vez mais sendo uma opção para a maior parte das pacientes.

Para isso, conte com a Prime nessa jornada das possibilidades de transformação da sua pele e do seu bumbum.

MAIS SOBRE O ASSUNTO

Referências

AZULAY, R.D. Dermatologia. 6 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2013.

BLANCO SOUZA, Túlio Armanini, Colomé, LM, Bender, EA et al.Recomendação do Consenso Brasileiro sobre o Uso do Preenchimento de Polimetilmetacrilato na Estética Facial e Corporal.Aesth Plast Surg42, 1244-1251 (2018). Disponível em: <https://doi.org/10.1007/s00266-018-1167-1>. Acesso em: 07 abr, 2024.

BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, S. et al. Surgical & Cosmetic Dermatology. [s.l: s.n.]. Disponível em: <https://www.redalyc.org/pdf/2655/265519983011.pdf>. Acesso em: 10 fev. 2024.

NÁCUL, Dr. Almir. Bioplasty, the Interactive Plastic Surgery: How a physician must advise his patients. Editora Quintessence, 1 jan. 2018.

Dr.

Túlio Souza

Médico formado pela Universidade Federal de Santa Maria (RS) com mais de 14 anos de experiência em preenchimentos definitivos. Aprendi sobre preenchimento com os criadores da técnica no mundo: Dr. Gottfried Lemperle e Almir Nacul. Minha missão é levar procedimentos sérios e seguros aos nossos pacientes, sejam eles estéticos ou reparadores.

Leia também

colágeno
Opinião

Colágeno: dicas nutricionais valiosas

O colágeno é uma proteína produzida naturalmente pelo corpo, sendo encontrada nas cartilagens, nos músculos, na pele, nos ossos, nos tecidos e nos vasos sanguíneos. Existem 3 tipos diferentes de

LEIA MAIS
Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação e fornecer conteúdo personalizado. Ao continuar a utilizar nosso site, você concorda com nossa política de privacidade e uso de cookies.
Saiba Mais