INFORMAÇÕES E NOVIDADES

Blog & Vídeos

glúteos

Entendendo a anatomia dos glúteos: porque isso importa em procedimentos?

A anatomia dos glúteos é muito importante quando falamos sobre qualquer intervenção no bumbum. 

Você precisa entender bem a constituição da musculatura glútea para ter pelo menos uma mínima compreensão dos mecanismos de funcionamento desses músculos poderosos!

E qual o motivo de tratarmos sobre esse assunto? A procura cada vez maior por tratamentos para a região glútea!

Afinal, o culto ao bumbum ganha cada vez mais adeptos em todo o mundo. O livro “The Big Butt Book”, da americana Dian Hanson, mostra bem isso.

Nesse aspecto, podemos construir uma linha evolutiva a respeito do volume/ contorno corporal e a percepção social disso.

Da primeira top model do mundo, a britânica Twiggy, nos anos 60, às passarelas mais atuais com a uber model Gisele Bündchen, o ideal de corpo magro era quase uma imposição social.

Posteriormente, a partir de 2007, com o aparecimento do fenômeno das Kardashians, o bumbum passou a ser cada vez mais valorizado mundialmente.

Hoje, a ditadura do corpo ideal enfraqueceu e as diversas formas de corpos e padrões são validados, felizmente (ufa!).

Contudo, para aquelas pessoas que se interessam na busca por dar um “up” no bumbum, há uma opção vasta de procedimentos, alternativas e técnicas para redefinir tanto o formato quanto o volume dos glúteos.

Para isso, é preciso conhecer a fundo como ele se estrutura e como isso impacta nos resultados que você poderá obter.

É exatamente a isso que se propõe esse texto. Então, boa leitura!

DESCUBRA NA LEITURA DESSE TEXTO

  • A importância da anatomia glútea para o Preenchimento Definitivo
  • Existem diferentes tipos de bumbum?
  • Como o PMMA age nas camadas anatômicas do glúteo e relação com o ultrassom
  • Cuidados com os glúteos para aprimorar os resultados
  • Eles atuam na flacidez e celulite do bumbum?

A importância da anatomia glútea para o Preenchimento Definitivo

Primeiramente, você precisa entender que o bumbum como o conhecemos é dividido em compartimentos. Cada qual com sua função e contribuição para os resultados que você procura.

Nesse aspecto, os músculos glúteos são um grupo de três músculos individuais e sobrepostos, cada um com estrutura e função anatômica únicas.

O músculo mais profundo e menor é chamado de glúteo mínimo, que fica muito próximo da articulação do quadril. Sobrepondo este, encontra-se o glúteo médio. Ele é relativamente grande e abrange toda a superfície externa da pelve.

O glúteo máximo, por sua vez, é o maior dos três músculos glúteos e cobre tanto o glúteo médio quanto o mínimo. Este músculo é o que dá ao bumbum sua forma distinta de bumbum, mas desempenha um papel muito importante na maneira como seu corpo funciona.

Combinados, os glúteos máximo, médio e mínimo originam muitos movimentos do quadril e absorvem o impacto da caminhada e corrida.

Esses músculos trabalham ainda em conjunto com o cérebro para gerar muita energia para manter seu corpo de pé enquanto a gravidade tenta puxá-lo para baixo. 

Ou seja, ter um bumbum forte e definido vai muito além da estética!

Em relação ao Preenchimento Definitivo com PMMA, como será visto adiante, é importantíssimo o conhecimento aprofundado dessa anatomia pelo médico que irá realizar o procedimento. Por quê?

Você irá entender a seguir que determinadas regiões do bumbum não são tão propícias para receber o PMMA e ter um resultado estético interessante.

Além disso, para extrair ao máximo o benefício volumizador do preenchedor definitivo, é necessário saber exatamente onde será realizado o estímulo à produção de colágeno e como isso impactará no formato final do seu bumbum.

Por isso, procurar seu médico de confiança, de preferência com experiência em realizar preenchimento definitivo com PMMA, é tão importante!

Existem diferentes tipos de bumbum?

Antes de mais nada, você precisa entender que, apesar de todos possuirmos as mesmas camadas de musculatura glútea (mínima, média e máxima), há algumas variáveis a serem consideradas para individualizar cada caso.

Por exemplo, o glúteo masculino possui certas particularidades em relação ao glúteo feminino.

O glúteo masculino, devido ao maior estímulo da testosterona, tende a ser um bumbum com menor percentual de gordura, maior rigidez e ter as “covinhas” na lateral no bumbum mais proeminentes, a conhecida depressão trocantérica.

Ela acomete muitas mulheres também, caso queira saber mais a respeito, clique no termo destacado anteriormente, temos um texto inteirinho te esperando.

Já o glúteo feminino, por sua vez, por estar sob influência do hormônio estrogênio, tende a uma maior deposição de gordura- formato ginecóide ou de violão, o que pode acarretar em lipodistrofia nesta região. 

A Lipodistrofia pode ser um fator dificultador na vida de muitas mulheres, especialmente em função das alterações na volumetria do quadril. Se você quer saber mais a respeito desse tema, clique no termo destacado acima e aproveite o texto rico em informação que criamos.

E o que mais?

Outros fatores relevantes que devem ser levados em consideração na análise do bumbum de qualquer paciente são a idade e a existência de procedimentos prévios.

Em relação à idade, há uma tendência de maior flacidez, redução da massa muscular e do potencial de neocolagênese- formação de novo colágeno na região glútea.

Isso importa, pois as possibilidades de resultado, apesar de trazerem uma melhora significativa para a(o) paciente, podem não ser tão vastas como em uma pessoa jovem com potencial aumentado de produção de colágeno pelos fibroblastos.

No que diz respeito a procedimento prévio, os que mais comumente chegam até a Clínica são lipoenxertia, prótese glútea e utilização de preenchedores temporários prévios (ácido hialurônico, hidroxiapatita, ácido poli-L-lático-PLLA, dentre outros…)

Diante dessa situação cabe ao seu médico de confiança analisar todas as possibilidades e individualizar a conduta para o seu caso. Tudo por meio de uma conversa franca e alinhamento de expectativas x possibilidades.

MAIS SOBRE O ASSUNTO

Como o PMMA age nas camadas anatômicas dos glúteos e a relação com o ultrassom

glúteos
Freepik, 2023.

A administração de Polimetilmetacrilato-PMMA requer cuidado em algumas regiões glúteas. 

Um exemplo bem ilustrado disso é no contorno inferior do bumbum, pois não haverá uma sustentação intramuscular suficiente para ter o efeito estético desejado.

Dessa forma, partindo do princípio de que o PMMA deve ser inserido a nível intramuscular profundo para que projete a musculatura glútea de forma importante quando da produção de novo colágeno, requer alguns cuidados na aplicação.

Seguindo essa normativa, na Clínica Prime, o uso de USG-ultrassonografia adjuvante ao procedimento permite um melhor mapeamento das regiões musculares, do subcutâneo, da derme e a verificação de possíveis procedimentos prévios ou fibroses pré-existentes.

De posse dessas informações o médico responsável consegue então manejar da melhor forma possível o preenchedor a fim de buscar uma estética compatível.

Além disso, há a oferta de maior segurança ao mapear o trajeto de artérias, veias e nervos no local. 

Aliado ao uso de agulha de ponta arredondada (romba) faz com o que se obtenha uma atenuação do risco, sempre existente em qualquer procedimento médico.

Por fim, é possível que o médico consiga preencher regiões mais profundas com mais segurança, como o glúteo médio, o que pode colaborar com uma melhor projeção do bumbum posteriormente.

Por isso mesmo essa relação simbiótica entre PMMA e anatomia glútea é tão importante de ser conhecida!

Bacana, não é?

Cuidados com os glúteos para aprimorar os resultados

É importante lembrar que alguns cuidados coadjuvantes são interessantes para um refinamento do aspecto do bumbum.

Nesse sentido, aliar uma alimentação adequada, de preferência com acompanhamento nutricional, pode ser de grande valia, pois é por meio dela que iremos atuar em uma das frentes para evitar a Lipodistrofia ou acúmulo de gordura na região do quadril.

Com isso, ressaltaremos o trabalho que o preenchimento definitivo estará criando ao longo desses 90-120 dias pós-procedimento e colocaremos em evidência o novo formato corporal após a produção de colágeno ser estabelecida.

Essa dica vale ouro, viu?

Além disso, a prática de exercício físico é bastante salutar. Afinal o PMMA estará localizado no plano intramuscular profundo, fazendo seu trabalho de regente na produção de novo colágeno.

Logo, o estímulo das fibras musculares por meio da atividade física pode ajudar a ganhar ainda mais volume na região.

Adicionalmente, você irá obter uma série de benefícios em ter um glúteo fortificado.

Eles atuam na flacidez e celulite dos glúteos?

glúteos
Freepik, 2023.

O próprio preenchedor definitivo (PMMA), que é um volumizador por excelência, já tende a produzir como efeito secundário à Bioplastia a redução dos aspectos de flacidez e celulite do bumbum.

Como ele projeta a musculatura glútea, volumizando a região, conseguimos ver que a distensão das camadas do subcutâneo e da derme com o ganho de volume tende a gerar esse impacto estético.  

Demais, não é?

Se você adicionar nessa equação uma alimentação equilibrada e a prática de atividade física, respeitado o período de recuperação pós-procedimento para essa última, tenderá a potencializar o efeito anti flacidez e anticelulite.

Para finalizarmos, lembre-se sempre: em caso de dúvidas não hesite, procure seu médico de confiança!

Referências

BLANCO SOUZA, Túlio Armanini, Colomé, LM, Bender, EA et al.Recomendação do Consenso Brasileiro sobre o Uso do Preenchimento de Polimetilmetacrilato na Estética Facial e Corporal.Aesth Plast Surg 42, 1244-1251 (2018). Disponível em: <https://doi.org/10.1007/s00266-018-1167-1>. Acesso em: 13 out, 2023.

NÁCUL, Dr. Almir. Bioplasty, the Interactive Plastic Surgery: How a physician must advise his patients. Editora Quintessence, 1 jan. 2018.NETTER, Frank H.. Atlas de anatomia humana. 7ª RIO DE JANEIRO: Elsevier, 2019

Dr.

Túlio Souza

Médico formado pela Universidade Federal de Santa Maria (RS) com mais de 14 anos de experiência em preenchimentos definitivos. Aprendi sobre preenchimento com os criadores da técnica no mundo: Dr. Gottfried Lemperle e Almir Nacul. Minha missão é levar procedimentos sérios e seguros aos nossos pacientes, sejam eles estéticos ou reparadores.

Leia também

celulite
Pesquisas e tendências em medicina

Celulite: unindo técnicas para combatê-la

A celulite é, sem dúvidas, um assunto muito presente e desafiador na vida das mulheres. Devido a diversos fatores que abordaremos ao longo deste texto, e independentemente do biotipo, é

LEIA MAIS
Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação e fornecer conteúdo personalizado. Ao continuar a utilizar nosso site, você concorda com nossa política de privacidade e uso de cookies.
Saiba Mais